Apresentação

Na nona edição do relatório que consolida as atividades desenvolvidas pelo Ecos – Programa de Sustentabilidade, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) demonstra seu interesse em desenvolver no ambiente corporativo uma cultura da sustentabilidade, reafirmando seu compromisso com a busca pelo desenvolvimento sustentável.

Na nona edição do relatório que consolida as atividades desenvolvidas pelo Ecos – Programa de Sustentabilidade, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) demonstra seu interesse em desenvolver no ambiente corporativo uma cultura da sustentabilidade, reafirmando seu compromisso com a busca pelo desenvolvimento sustentável.

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, a CNC realizou a Rodada Sustentável, um diálogo para promoção da educação ambiental e o engajamento do público interno na temática, que contou com a parceria do Mesa Brasil Sesc, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal, o Sesc + Verde no Rio, a empresa de limpeza urbana do Rio, e uma cooperativa de catadores em Brasília. Os temas abordados foram o combate ao desperdício de alimentos, a mudança de hábitos simples do dia a dia para atitudes sustentáveis e a questão da coleta seletiva e reciclagem de materiais.

A partir da contratação do prestador de serviço em engenharia ambiental, o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) foi realizado no prédio do Rio de janeiro. Com isso, foi implementada a troca do dispenser de papel-toalha de interfolhado para o modelo com bobina e realizada a retirada dos copos descartáveis das copas, ambos com o objetivo de minimizar a geração de resíduos sólidos.

Em julho de 2019, a metodologia de implantação e operação do Ecos foi certificada como tecnologia social pela Fundação Banco do Brasil (FBB), na categoria Meio Ambiente, relacionada aos projetos que promovem o uso e a gestão sustentável do meio ambiente, alinhados, prioritariamente, a 15 dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A certificação é um reconhecimento dos nove anos de atuação do Programa, que envolve uma rede de pessoas que atuam em prol da sustentabilidade corporativa, com resultados significativos nas quatro instituições do Sistema Comércio: CNC, Fecomércio, Sesc e Senac. A partir de então, a metodologia do Programa Ecos passa a fazer parte do Banco de Tecnologias Sociais (BTS) da FBB, contribuindo para que outras instituições, organizações e empresas também possam caminhar no sentido de uma gestão cada vez mais sustentável.

Vale destacar que a comunicação sobre as ações do Ecos e sobre as temáticas da sustentabilidade é realizada de forma contínua. Foram postados 95 conteúdos na Minha CNC (rede social corporativa). Além disso, o conteúdo do Ecos passou a ser divulgado para o público externo em geral, na revista CNC Notícias, no site e nas redes sociais da CNC, além do Blog Twitter do Programa Ecos.

Rotinas do programa:

  • Administração do grupo gestor;
  • Acompanhamento trimestral dos indicadores de sustentabilidade;
  • Planejamento Anual;
  • Capacitação da equipe de limpeza do prédio;
  • Apresentação do Programa Ecos aos novos colaboradores; e
  • Administração da comunidade Sustentabilidade na Minha CNC

Implantação do Programa Ecos nas Federações do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

As implantações do Ecos para o ciclo de 2019 tiveram início em janeiro e foram concluídas em novembro, além disso, quando possível, foram realizadas de forma integrada com os Departamentos Nacionais e Regionais do Sesc e do Senac. O planejamento do cronograma das implantações nas Federações foi estruturado pela Gerência Executiva de Comunicação (Gecom) e pela Divisão Sindical (DS) e a integração alinhada com os Departamentos Nacionais do Sesc (Assessoria de Projetos Especiais em Sustentabilidade) e do Senac (Assessoria de Comunicação).

Presença nos Estados

 

Clique em cima dos círculos para saber o status do programa em cada estado.

Capacitação

A realização do curso Compreendendo a Sustentabilidade Corporativa, segunda etapa do processo de implantação do Programa, dissemina a temática socioambiental no ambiente corporativo e contribui para a construção do conhecimento técnico do nosso corpo funcional na área.

Com carga horária de 16 horas, no primeiro dia, o grupo conhece o cenário atual; os desdobramentos das políticas públicas; e a sustentabilidade corporativa e seus significados, dentre outros temas correlatos. No último dia, os participantes conhecem a gestão do Programa de Sustentabilidade sua missão e visão; perspectivas estratégicas; objetivos e os modelos inspiradores; e indicadores para aprenderem a aplicar o programa na prática. Além disso, exercitaram o tema por meio de dinâmicas sobre responsabilidade social corporativa e mapeamento de aspectos e impactos ambientais.

A ação é atrelada à perspectiva estratégica sensibilizar os empregados e aos objetivos do Ecos nº IV. Promover a sensibilização dos empregados para atuarem em prol da sustentabilidade.

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável correlacionados:

4

Educação de qualidade

12

Consumo e produção responsáveis

13

Ação contra a mudança global do clima

Número total de colaboradores capacitados em sustentabilidade corporativa

Conheça as Federações do Comércio de Bens, Serviços e Turismo e os Departamentos Regionais do Sesc e Senac que realizam a implantação do Ecos em 2019:

  • Alagoas
  • Maranhão
  • Rio de Janeiro
  • Roraima
  • Paraíba
  • Acre
  • Amazonas

Em fevereiro de 2019, foi finalizado o processo de implantação no Sistema Fecomércio-Sesc-Senac em Alagoas e, posteriormente, o Programa foi lançado para o público interno.

“Com essa iniciativa, estamos plantando uma semente. As ações são implementadas aqui, mas tem potencial para ir muito mais além. Diante da nova rotina, os colaboradores acabam se tornando multiplicadores e levam essa mudança de atitude para fora da empresa. Todo mundo sai ganhando”, destacou o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac Alagoas, Gilton Lima.

De abril a agosto de 2019, o Sistema Fecomércio-Sesc-Senac no Maranhão passou pelo processo de implantação do Programa Ecos. Para José Arteiro da Silva, presidente da Fecomércio-MA e dos Conselhos Regionais de Sesc e Senac, enquanto instituições que lideram e apoiam os setores produtivos do comércio, é preciso ser pioneiro na preocupação com o meio ambiente.

“É preciso ampliarmos cada vez mais nosso alcance e resultado na esfera ambiental, contribuindo para a construção de um planeta melhor para as futuras gerações. Com essa ideologia, iniciamos a implantação do Programa Ecos, por meio da parceria com a CNC, pois queremos ser um exemplo para incentivar outras organizações, em nosso estado, a seguirem pelo mesmo caminho do desenvolvimento de atitudes socioambientais mais responsáveis”, disse ele.

MARANHÃO | Número de colaboradores capacitados em sustentabilidade corporativa

MARANHÃO | De forma geral, como você avalia o curso?

De junho a setembro de 2019, o Sistema Fecomércio-Sesc-Senac no Rio de Janeiro passou pelo processo de implantação do Programa. Para o presidente da Fecomércio RJ e dos Conselhos Regionais de Sesc e Senac, Antonio Florencio de Queiroz Junior, apoiar as iniciativas que fortalecem na sociedade a importância de respeito e preservação do meio-ambiente é vital para a sobrevivência da humanidade.

“Esta conscientização começa dentro de nossas casas. Com a implantação do Programa Ecos de Sustentabilidade, estamos ainda mais comprometidos em esclarecer e motivar os quase 5 mil colaboradores do Sistema em todo o estado do Rio de Janeiro quanto a mudança de posturas e absorção de novas práticas em nossas instituições com o objetivo minimizar os impactos socioambientais de nossas operações e otimizar o uso dos recursos das instituições”.

RIO DE JANEIRO | Número de colaboradores capacitados em sustentabilidade corporativa

RIO DE JANEIRO | De forma geral, como você avalia o curso?

De julho a outubro de 2019, o Sistema Fecomércio-Sesc-Senac em Roraima passou pelo processo de implantação do Programa. Para o presidente do Sistema Fecomércio-RR, Ademir dos Santos, que também é diretor na CNC, a missão é sensibilizar os colaboradores sobre a importância de preservar o meio ambiente e melhorar o uso dos recursos dentro das instituições, integrando o Sistema com ações pensadas no coletivo.

“Somos uma grande família que trabalha para melhorar a vida dos comerciantes e dos trabalhadores do comércio. A nossa contribuição é importante, pois somos referência e temos a missão de dar exemplo e orientar os empresários do nosso estado”, destacou.

RORAIMA | Número de colaboradores capacitados em sustentabilidade corporativa

RORAIMA | De forma geral, como você avalia o curso?

De agosto a novembro de 2019, o Sistema Fecomércio-Sesc-Senac na Paraíba passou pelo processo de implantação do Programa.

“De forma conjunta, a Fecomércio, o Sesc e o Senac Paraíba abraçaram esta ideia e, a partir de 2020, contribuiremos de forma consistente com o desenvolvimento sustentável de nossas instituições através da implantação do Programa Ecos de Sustentabilidade”, disse Marconi Medeiros, presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac Paraíba.

PARAÍBA | Número de colaboradores capacitados em sustentabilidade corporativa

PARAÍBA | De forma geral, como você avalia o curso?

De agosto a novembro de 2019, a Fecomércio e o Senac no Acre passaram pelo processo de implantação do Programa. Para um dos diretores da Fecomércio/AC, Valdemir Nascimento, o projeto é de suma importância.

“É interessante estarmos unidos em prol de algo melhor, algo que conscientizem os funcionários quanto às questões ambientais e que otimize nosso local de trabalho”, explicou.

ACRE | Número de colaboradores capacitados em sustentabilidade corporativa

De agosto a novembro de 2019, a Fecomércio e o Sesc no Amazonas passaram pelo processo de implantação do Programa.

“O programa de sustentabilidade Ecos tem relevo especial neste momento, no qual temos a compreensão de que o desenvolvimento econômico, só ocorrerá de forma estabilizada, equalizada e justa, se embutirmos o comportamento ecologicamente correto. É muito importante, que nós estejamos atentos a esses detalhes, para que possamos, nas atividades do Sistema Comércio AM, não perder o foco e a visão de realizar, todas as nossas ações, em um ambiente de sustentabilidade”, afirmou o presidente em exercício Aderson Santos da Frota.

AMAZONAS | Número de colaboradores capacitados em sustentabilidade corporativa

AMAZONAS | De forma geral, como você avalia o curso?

Objetivo Ecos x ODS

Comitê de Coordenação Nacional do Programa Ecos

Foi assinado pelo presidente José Roberto Tadros, em 15 de fevereiro de 2019, a Resolução CNC nº 522, Sesc nº 1408 e Senac nº 1108 que aprova o Regimento Interno do Comitê de Coordenação Nacional do Programa Ecos de Sustentabilidade Socioambiental nas entidades do Sicomércio e Administrações Nacionais e Regionais do Sesc e do Senac.

No ano de 2019 foram realizadas reuniões de integração sobre planejamento, implantação integrada do Programa Ecos e matriz dos indicadores de desempenho.

Grupo Gestor Ecos

No ano de 2019, foi constituído um novo grupo gestor na CNC, no Rio de Janeiro e em Brasília, e nos Departamentos Nacionais do Sesc e Senac. Em abril, foi ministrado o curso “Compreendendo a Sustentabilidade Corporativa” a este novo grupo e, no mês de maio, foi realizado o planejamento anual 2020 do Ecos de forma integrada. No mês de julho a parte orçamentária deste plano de ação foi inserida no Sistema de Gerenciamento de Portfólio (SGP) da CNC para o exercício de 2020. Além disso, de forma contínua são realizadas reuniões de acompanhamento e de execução das atividades de forma transversal e multidisciplinar.

Perspectivas Estratégicas

As três perspectivas estratégicas do Programa Ecos: sensibilização dos empregados, mitigação dos impactos socioambientais e otimização do uso dos recursos norteiam o direcionamento das ações executadas e apoiadas pelo Ecos e que se relacionam com as dimensões social, ambiental e econômica. No ano de 2019 foram executadas e apoiadas as seguintes ações e rotinas:

  • Sensibilização dos empregados:
  • Mitigação dos impactos socioambientais:
  • Otimização do uso dos recursos
  • Em janeiro foi realizada uma campanha institucional sobre o Ecos na Minha CNC na comunidade Sustentabilidade. Foram veiculadas 18 postagens explicativas abordando a missão, visão, perspectivas estratégicas, os objetivos, os indicadores de sustentabilidade e a ferramenta de boas práticas ambientais.
/*! elementor - v3.22.0 - 26-06-2024 */ .elementor-widget-divider{--divider-border-style:none;--divider-border-width:1px;--divider-color:#0c0d0e;--divider-icon-size:20px;--divider-element-spacing:10px;--divider-pattern-height:24px;--divider-pattern-size:20px;--divider-pattern-url:none;--divider-pattern-repeat:repeat-x}.elementor-widget-divider .elementor-divider{display:flex}.elementor-widget-divider .elementor-divider__text{font-size:15px;line-height:1;max-width:95%}.elementor-widget-divider .elementor-divider__element{margin:0 var(--divider-element-spacing);flex-shrink:0}.elementor-widget-divider .elementor-icon{font-size:var(--divider-icon-size)}.elementor-widget-divider .elementor-divider-separator{display:flex;margin:0;direction:ltr}.elementor-widget-divider--view-line_icon .elementor-divider-separator,.elementor-widget-divider--view-line_text .elementor-divider-separator{align-items:center}.elementor-widget-divider--view-line_icon .elementor-divider-separator:after,.elementor-widget-divider--view-line_icon .elementor-divider-separator:before,.elementor-widget-divider--view-line_text .elementor-divider-separator:after,.elementor-widget-divider--view-line_text .elementor-divider-separator:before{display:block;content:"";border-block-end:0;flex-grow:1;border-block-start:var(--divider-border-width) var(--divider-border-style) var(--divider-color)}.elementor-widget-divider--element-align-left .elementor-divider .elementor-divider-separator>.elementor-divider__svg:first-of-type{flex-grow:0;flex-shrink:100}.elementor-widget-divider--element-align-left .elementor-divider-separator:before{content:none}.elementor-widget-divider--element-align-left .elementor-divider__element{margin-left:0}.elementor-widget-divider--element-align-right .elementor-divider .elementor-divider-separator>.elementor-divider__svg:last-of-type{flex-grow:0;flex-shrink:100}.elementor-widget-divider--element-align-right .elementor-divider-separator:after{content:none}.elementor-widget-divider--element-align-right .elementor-divider__element{margin-right:0}.elementor-widget-divider--element-align-start .elementor-divider .elementor-divider-separator>.elementor-divider__svg:first-of-type{flex-grow:0;flex-shrink:100}.elementor-widget-divider--element-align-start .elementor-divider-separator:before{content:none}.elementor-widget-divider--element-align-start .elementor-divider__element{margin-inline-start:0}.elementor-widget-divider--element-align-end .elementor-divider .elementor-divider-separator>.elementor-divider__svg:last-of-type{flex-grow:0;flex-shrink:100}.elementor-widget-divider--element-align-end .elementor-divider-separator:after{content:none}.elementor-widget-divider--element-align-end .elementor-divider__element{margin-inline-end:0}.elementor-widget-divider:not(.elementor-widget-divider--view-line_text):not(.elementor-widget-divider--view-line_icon) .elementor-divider-separator{border-block-start:var(--divider-border-width) var(--divider-border-style) var(--divider-color)}.elementor-widget-divider--separator-type-pattern{--divider-border-style:none}.elementor-widget-divider--separator-type-pattern.elementor-widget-divider--view-line .elementor-divider-separator,.elementor-widget-divider--separator-type-pattern:not(.elementor-widget-divider--view-line) .elementor-divider-separator:after,.elementor-widget-divider--separator-type-pattern:not(.elementor-widget-divider--view-line) .elementor-divider-separator:before,.elementor-widget-divider--separator-type-pattern:not([class*=elementor-widget-divider--view]) .elementor-divider-separator{width:100%;min-height:var(--divider-pattern-height);-webkit-mask-size:var(--divider-pattern-size) 100%;mask-size:var(--divider-pattern-size) 100%;-webkit-mask-repeat:var(--divider-pattern-repeat);mask-repeat:var(--divider-pattern-repeat);background-color:var(--divider-color);-webkit-mask-image:var(--divider-pattern-url);mask-image:var(--divider-pattern-url)}.elementor-widget-divider--no-spacing{--divider-pattern-size:auto}.elementor-widget-divider--bg-round{--divider-pattern-repeat:round}.rtl .elementor-widget-divider .elementor-divider__text{direction:rtl}.e-con-inner>.elementor-widget-divider,.e-con>.elementor-widget-divider{width:var(--container-widget-width,100%);--flex-grow:var(--container-widget-flex-grow)}
  • Foi realizada a inclusão de informação institucional explicativa sobre o Ecos – Programa de Sustentabilidade no site da CNC com o objetivo de tornar público e divulgar o escopo de atuação do programa.
  • O folheto institucional digital foi criado com o objetivo de disseminar informação sobre a atuação do programa, bem como de sua metodologia de trabalho, sem a necessidade da impressão em papel.
  • O Programa Ecos foi tema de trabalho dos Jovens Aprendizes da CNC na Semana do Jovem Aprendiz promovida pelo Senac em maio. Ana Elisa Guimarães, uma das jovens, conta que se sentiu orgulha em apresentar a empresa e o programa “a CNC e o Ecos encontram equilíbrio entre modernidade e sustentabilidade, que além de incentivar novas ideais na empresa, mudam a nossa forma de ver o mundo”. A jovem também influenciou pessoas “alguns sabiam superficialmente o que esse tema aborda, mas ver o que a sustentabilidade pode causar, realmente comoveu, vi que eles ficaram engajados, e que vão levar a ideia paras as empresas em que trabalham”, acredita a jovem.
  • Em promoção educacional ao Dia Mundial do Meio Ambiente, foi realizada em junho a Rodada Sustentável, um painel para debate de temas, no Rio de Janeiro e em Brasília. Além disso, foram lançadas as campanhas internas #Mude1Hábito e doação de tampinhas de plástico sem metal.
    CNC-RJ – Durante o evento foram discutidos o combate ao desperdício de alimentos com o Mesa Brasil Sesc Rio e a coleta seletiva na cidade do Rio com a Comlurb, além disso o projeto Sesc + Verde apresentou o trabalho realizado nas unidades do Sesc-Rio e deu dicas simples de práticas sustentáveis para o dia a dia, que podem ser incorporados em nossos hábitos de vida e que ajudam o meio ambiente. Também foram realizadas oficinas de plantio.
    CNC-DF – O Mesa Brasil do Distrito Federal e a Embrapa abordaram a questão do combate ao desperdício de alimentos no Brasil e falaram sobre Alimentação x Desperdício. A Associação Recicle a Vida explicou sobre a coleta seletiva e a reciclagem, e mostrou a responsabilidade do indivíduo, pelos resíduos gerados, e das empresas.
  • A campanha #Mude1Hábito incentivou os colaboradores da CNC a terem atitudes sustentáveis no dia a dia e a postarem em suas redes sociais para compartilhar essa nova forma de agir. As colaboradoras Marisa de Oliveira Barbosa, Sabrina Azevedo da Silva e Beatriz Dias da Costa foram as primeiras a aderir à campanha #Mude1Hábito e a postaram suas atitudes sustentáveis no Instagram, após o evento da Rodada Sustentável. Por isso, elas ganharam um kit com canudos de inox e escova para limpeza.
  • A campanha para coleta de tampinhas teve como objetivo a causa socioambiental, ao encaminhar as tampinhas para a reciclagem, impedindo que elas acabam no aterro sanitário, e transformando-as em nova matéria-prima. Foram arrecadadas 131,67 Kg de tampinhas de plástico sem metal que foram doados aos projetos Tampinha Mania, Rodando com Tampinhas e Rio Eco Pets. (inserir imagens para ilustração)
  • Como parte do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) do edifício de Brasília, a CNC realiza, por meio do Programa Ecos, desde 2012, uma capacitação no tema da coleta seletiva solidária para sensibilizar e engajar os colaboradores da empresa prestadora do serviço de limpeza. Além disso, a empresa Dinâmica abordou os seguintes temas: Sustentabilidade; Segurança no Trabalho; Normas de manuseio de produtos químicos e equipamentos de limpeza; Revisão do Programa Compliance e Política de Qualidade ISO 9001.
  • A campanha Operação Livre de Plástico sensibilizou os colaboradores da CNC a devolver suas canecas de água e xícaras de café do Ecos, da primeira versão, para serem higienizadas e reaproveitadas no uso das copas internas, que tiveram os descartáveis retirados. Em troca, todos receberam a nova ferramenta de boas práticas ambientais contendo um copo, uma xícara, uma sacola retornável e um pin do Ecos. Além disso, os colaboradores degustaram um delicioso chocolate quente do Senac Downtown e foram sensibilizados sobre o uso da nova ferramenta. Diversas peças de comunicação interna foram utilizadas para engajar o público interno, e os próprios colaboradores participaram como astros da campanha, que teve adesão pretendida e atingiu a meta de recolhimento suficiente para a disponibilidade nas copas.
  • No espaço Ecoando Conhecimento fica disponível o empréstimo de livros, revistas, relatórios e vídeos sobre a temática da sustentabilidade. Para conhecer o acervo basta o colaborador(a) ir até o espaço de convivência, na Gerência de Documentação e Informação (GDI), no 2º andar do prédio da CNC/RJ, ou solicitar empréstimos e mais informações pelo e-mail atendimentogdirj@cnc.org.br.
  • Em parceria com a Gerência Executiva de Recursos Humanos (GERH) é realizada uma apresentação do programa e de suas atividades aos novos colaboradores, que chegam a CNC, e a entrega da ferramenta de boas práticas ambientais com xícara e copo reutilizáveis, sacola retornável e pin para ser colocado no cordão do crachá. Todo o material deve ser utilizado no ambiente corporativo visando a mitigação do uso dos descartáveis.
  • Em janeiro, a CNC doou para a Cooperativa Transformando 77 camisas usadas pelos jovens aprendizes, nos últimos anos. O material será totalmente reutilizado como matéria prima na confecção de enchimento de almofadas e em outros projetos de costura. Segundo Erica Abreu, presidente da cooperativa, o objetivo é aterrar menos material possível. Eles fazem tanto reaproveitamento quanto reciclagem.
  • Foi realizado o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) do prédio do Rio de Janeiro com vistoria técnica do prédio, gravimetria do resíduo gerado em um dia de trabalho, criação do documento legal do PGRS, visita a cooperativa de catadores parceira do Ecos, capacitação dos colaboradores da Luso Brasileira sobre gestão de resíduo sólido e coleta seletiva.
  • Foi realizado um estudo de viabilidade técnica para instalação de placas fotovoltaicas no prédio da CNC no Rio de Janeiro a fim de proporcionar a geração de energia renovável. No entanto, o estudo concluiu que a instalação não era satisfatória, devido ao espaço insuficiente do telhado do prédio para instalação das placas e captação solar.
  • A CNC recebeu o certificado TI Verde, que é entregue às instituições que participam do Projeto Floresta Microcity. O projeto consiste na neutralização da emissão de carbono, emitido na atmosfera pelo processo de uso de todos os equipamentos ativados pela Microcity, através do plantio de árvores. Ao todo, foram neutralizados 10.425 quilos de carbono (CO2) pelo uso no período de setembro de 2018 a agosto de 2019.
  • A nova CNC Notícias está certificada com o Selo FSC. Essa certificação é uma garantia de origem que permite ao comprador uma opção mais consciente que não degrada o meio ambiente e contribui para o desenvolvimento social e econômico das comunidades florestais. O FSC é hoje o selo verde mais reconhecido em todo o mundo, com presença em mais de 75 países e todos os continentes. Com a contratação de gráficas certificadas pelo Selo FSC, a CNC reforça seu compromisso com o desenvolvimento social sustentável.
  • Desde 2017 a CNC, por meio da Gerência Executiva de Tecnologia da Informação (GETI), contribui com o Programa de Logística Reversa da Simpress. Em 2019, foram enviadas 240 unidades de toners (entre Rio de Janeiro e Brasília) a fim de minimizar o impacto ambiental.Por meio de parceiros qualificados e detentores de licenças legais, as coletas realizadas pela Simpress na CNC são enviadas aos parceiros para devida descaracterização, destruição e destinação final de forma ambiental e socialmente correta.
  • Desde 2017 a CNC aderiu ao Programa Nacional de Reciclagem de Esponjas da TerraCycle e todas as esponjas de limpeza utilizadas nas copas são enviadas para o processo. As copeiras, os garçons e o encarregado da equipe de limpeza e conservação são agentes diretos da ação de reciclagem. Em 2019, foram enviados para a logística reversa da TerraCycle 398 unidades de esponjas (entre Rio de Janeiro e Brasília).Os materiais coletados passam pelo processo de reciclagem, que inclui uma série de procedimentos, como separação, moagem, micronização e extrusão. Os resíduos são transformados em uma nova matéria-prima, chamada Pellet, que é vendida e utilizada para a produção de outros objetos como bancos, lixeiras, etc.
  • Desde 2016, a CNC disponibiliza um Ponto de Entrega Voluntária (PEV) para coleta do óleo de cozinha usado pelos colaboradores como responsabilidade socioambiental. Cada litro de óleo descartado de forma incorreta, pode contaminar milhares de litros d’água.Se você usa óleo de cozinha, participe da iniciativa e preserve o meio ambiente, contribuindo com o descarte correto. Em troca você recebe produtos de limpeza.

A cada 2 litros de óleo = 1 detergente

DF

28 litros
troca por 14 detergentes

RJ

49 litros
troca por 24 detergentes

TOTAL

77 litros
troca por 38 detergentes

Parceiro em Brasília:

Parceiro no Rio de Janeiro:

  • Como uma ação do PGRS do Rio, foi realizada a troca do dispenser de papel-toalha no Rio de Janeiro a fim de diminuir a geração de papel-toalha e combater o desperdício de papel.
  • Como uma ação do PGRS do Rio e de Brasília, foi realizada a retirada dos copos descartáveis das copas para diminuição do resíduo sólido gerado. Além disso, foi realizada uma campanha de arrecadação das canecas e xícaras antigas do Ecos para reaproveitamento nas copas dos andares e entrega da nova ferramenta de boas práticas ambientais.Como resultado dessa ação, realizada em setembro de 2019, houve uma queda na média do consumo dos descartáveis em 504% nos últimos quatro meses do ano, o que equivale a uma média de menos 14.350 copos descartáveis consumidos por mês e uma economia total de 57.400 copos nesse período.

Fotos e vídeos das ações e campanhas

Indicadores

Consumo de energia

CNC / DF

kwh x ano

2017 - 174.760

R$ x ano

2017 - R$ 119.669
2018 - 193.800
2018 - R$ 141.626
2019 - 192.020
2019 - R$ 155.239

Em 2019, registrou-se uma queda de apenas 0,92% no consumo de energia (kwh/ano), comparado ao ano de 2018. Algumas medidas gerenciais foram tomadas e, podem ter influenciado a queda no consumo, tais como: ajuste nos horários de realização dos eventos internos e o período de recesso de final de ano, que diminuem o tempo de consumo da energia. Não foram observados outros fatores que poderiam ter impactado no resultado. Em 2019, a CNC/DF gastou a mais com energia o equivalente a R$13.612, ou seja, 9,61% a mais que o ano anterior.

De acordo com o Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2019, ano base 2018, as tarifas médias no mercado regulado de eletricidade variaram consideravelmente entre 2017 e 2018 (+12,6%) se comparadas ao período anterior, entre 2016 e 2017 (+0,67%). Vale ressaltar que houve um aumento acima de 11% em todas as regiões do Brasil.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI/DF)

CNC / RJ

kwh x ano (CNC + Senac)

2017 - 1.555.310

R$ x ano (CNC + Senac)

2017 - R$ 1.315.620
2018 - 1.633.375
2018 - R$ 1.558.894
2019 - 1.275.761 + 176.896 = 1.452.657
2019 - R$ 1.226.449 + R$ 176.315* = R$ 1.402.763

Em 2019, foi instalado um medidor nas dependências da CNC, dessa forma foi possível identifcar o consumo real do Restaurante Downtown. Por isso, a partir de julho parte do consumo (176.896 Kwh) foi repassado ao Senac, com essa ação, a CNC deixou de gastar 176.315,00 apenas nos seis meses medidos.

Além da ecomonia com o repasse ao Senac, houve uma queda no consumo de 11% na CNC/RJ em relação ao ano anterior, o equivalente a menos R$ 156.130,00. Considerando que a CNC deixou de gastar com seis meses do Senac Downtown, a economia total ficou em R$ 332.445,00.

Em 2019, diversas medidas gerenciais foram tomadas e influenciaram na queda do consumo, tais como: ajuste nos horários de realização dos eventos internos, o período de recesso de final de ano e a alteração do horário de acionamento dos aparelhos de ar condicionado das dependências da CNC/RJ.

*Valor Senac Downtown

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI/RJ)

CNC / Total

Consumo de energia total kwh x ano

2017 - 1.730.070

R$ x ano (CNC + Senac)

2017 - R$ 1.435.288
2018 - 1.827.175
2018 - R$ 1.700.520
2019 - 1.467.781 + 176.896 = 1.644.677
2019 - R$ 1.381.687 + R$ 176.315 = R$ 1.558.002

Em 2019, o consumo total de energia (Kwh/ano) apresentou baixa de 10% em relação ao ano de 2018. O despendio financeiro teve queda de 8,4%, representando uma redução de R$ 318.833,00

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI)

Consumo de água

CNC / DF

litros x ano

2017 - 5.137.000

R$ x ano

2017 - R$ 123.706
2018 - 3.583.000
2018 - R$ 85.445
2019 - 2.941.000
2019 - R$ 75.056

O consumo de água refere-se a todo o edifício em Brasília. Está incluso o consumo de água com a parte de limpeza e conservação das áreas exclusivas e comuns; as copas, a lavagem de veículos e a jardinagem, além do consumo humano. No entanto, as dependências da CNC vão do 15º ao 18º andar, somadas às áreas de eventos e à sala dos motoristas no 1º subsolo. Nos últimos três anos, registrou-se queda no consumo de água em litros por ano, e, em 2019, a redução ficou em 18%.

O Condomínio do Edifício CNC é responsável pelas atividades de manutenção e controle do consumo de água do prédio. Segundo eles, são realizadas manutenções preventivas e corretivas de vazamentos, controle do sistema de irrigação em período chuvoso e monitoramento e identificação de equipamentos que ocasionam vazamentos para otimização na utilização da água.

Não há como mensurar o consumo individual da CNC/DF por ser um medidor único do prédio. Em 2019, a economia geral foi de R$10.389 no consumo de água.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI/DF)

CNC / RJ

litros x ano

2017 - 4.591.300

R$ x ano

2017 - R$ 200.574
2018 - 4.036.000
2018 - R$ 170.584
2019 - 4.552.000
2019 - R$ 208.788

Em 2019, o consumo de água (litros/ano) teve aumento de 13% em relação ao ano de 2018, vazamentos na tubulação de água do subsolo, obras no 7º e 8º andar, impactaram o resultado.

A partir de julho de 2019, o Senac ficou responsável pelo valor de consumo do restaurante, o que antes era pago pela CNC. Em relação ao ano de 2018, a CNC gastou a mais R$38.204.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI/RJ)

CNC / Total

Consumo de água total litros x ano

2017 - 9.728.300

Consumo de água total litros x ano

2017 - R$ 324.281
2018 - 7.619.000
2018 - R$ 256.028
2019 - 7.493.000
2019 - R$ 283.843

Em 2019, o consumo total de água (litros/ano) apresentou baixa de 2% em relação ao ano de 2018. O dispêndio financeiro teve aumento de 10,9%, em relação ao ano de 2018, equivalente a R$ 27.815.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI)

Consumo de copos descartáveis

CNC / DF

unidades x ano

2017 - 62.900

R$ x ano

2017 - R$ 3.246
2018 - 71.500
2018 - R$ 3.846
2019 - 51.900
2019 - R$ 2.298

Em 2019, o consumo de copos descartáveis (unidades) caiu 27% e representou uma economia de R$1.548, em relação ao ano anterior. Em setembro de 2019, devido ao Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), foi realizada a retirada dos descartáveis das copas, visando a diminuição da geração de resíduo sólido no prédio.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI/DF)

CNC / RJ

unidades x ano

2017 - 244.675

R$ x ano

2017 - R$ 12.560
2018 - 249.530
2018 - R$ 13.171
2019 - 184.575
2019 - R$ 8.635

Em 2019, o consumo de copos descartáveis (unidade) caiu 26% e representou uma economia de R$4.535, em relação ao ano anterior. Em setembro de 2019, devido ao Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), realizou a retirada dos descartáveis das copas, visando a diminuição da geração de resíduo sólido.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI/RJ)

CNC / Total

Consumo de copos descartáveis total unidades x ano

2017 - 307.575

Consumo de copos descartáveis total R$ x ano

2017 - R$ 15.807
2018 - 321.030
2018 - R$ 17.016
2019 - 236.475
2019 - R$ 10.933

Em 2019, o consumo total de copos descartáveis (unidade) registrou baixa de 26% se comparado ao ano anterior. A economia total financeira foi de R$6.083, em relação ao ano anterior.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI)

Consumo de papéis (folhas A4)

CNC / DF

folhas x ano

2017 - 305.000

R$ x ano

2017 - R$ 21.099
2018 - 312.000
2018 - R$ 14.953
2019 - 289.000
2019 - R$ 2.688

Em 2019, a CNC/DF deixou de consumir 23 mil folhas, uma queda no consumo de 7,37% comparado ao ano anterior. A economia foi de R$1.286. O programa de sustentabilidade indica o consumo consciente no ato da impressão e disponibiliza caixas para reuso do papel de escritório nas salas. Além disso, as folhas que não podem ser reutilizadas são encaminhadas para a reciclagem. Vale destacar que no ano de 2019 alguns procedimentos administrativos foram modificados, o que pode ter influenciado positivamente na queda do consumo geral de papel, além da utilização de mais ferramentas do Portal Totvs (digitais).

Para se produzir uma folha de papel A4, formato utilizado rotineiramente em casa e no trabalho, são necessários, em média, 10 litros de água, segundo a organização mundial Water Footprint Network. Para as 289.000 folhas consumidas pela CNC/DF em 2019 foram gastos 2.890.000 litros de água. No entanto, com a redução de cerca de 7% deixaram de ser consumidas 230 mil litros de água.

CNC / RJ

folhas x ano

2017 - 1.077.500

R$ x ano

2017 - R$ 34.138
2018 - 1.014.500
2018 - R$ 33.090
2019 - 868.000
2019 - R$ 30.997

Em 2019, a CNC/RJ deixou de consumir 146.500 folhas, uma queda de 14,4% comparado ao ano anterior. A economia foi de R$2.092. O programa de sustentabilidade indica o consumo consciente no ato da impressão e disponibiliza caixas para reuso do papel de escritório nas salas. Além disso, as folhas que não podem ser reutilizadas são encaminhadas para a reciclagem. Vale destacar que no ano de 2019 alguns procedimentos administrativos foram modificados, o que pode ter influenciado positivamente na queda do consumo geral de papel, além da utilização de mais ferramentas do Portal Totvs (digitais).
Para se produzir uma folha de papel A4, formato utilizado rotineiramente em casa e no trabalho, são necessários, em média, 10 litros de água, segundo a organização mundial Water Footprint Network. Para as 868.000 folhas consumidas pela CNC/RJ em 2019 foram gastos 8.680.000 litros de água. No entanto, com a redução de cerca de 14% deixaram de ser consumidas 1.465.000 mil litros de água.

CNC / Total

Consumo de papel A4 total folhas x ano

2017 - 1.382.500

Consumo de folhas A4 total R$ x ano

2017 - R$ 43.801
2018 - 1.326.500
2018 - R$ 44.084
2019 - 1.157.000
2019 - R$ 40.706

Em 2019, o consumo total de papel A4 (folhas/ano) registrou queda de 13%. A economia total foi de R$3.378.

Relatório de impressão

Gerência de Serviços e Instalações (GSI)

Total em % de redução de impressão
- 0 %

(-4.655 impressões em relação ao ano anterior)

Gerência Executiva de Recursos Humanos (GERH)

Total em % de redução de impressão
- 0 %

(-29.625 impressões em relação ao ano anterior)

Divisão de Relações Institucionais (DRI)

Total em % de redução de impressão
- 0 %

(-27.115 impressões em relação ao ano anterior)

Gabinete da Presidência (GP)

Total em % de redução de impressão
- 0 %

(-28.603 impressões em relação ao ano anterior)

Gerência de Contabilidade (GCONT)

Total em % de redução de impressão
- 0 %

(-38.028 impressões em relação ao ano anterior)

Consumo de papéis-toalha

CNC / DF

folhas x ano

2017 - 5.144.000

R$ x ano

2017 - R$ 9.663
2018 - 3.952.000
2018 - R$ 10.995
2019 - 353.100
2019 - R$ 9.709

Em 2019, com o uso do dispenser de bobina a redução no consumo de papel-toalha foi significativa, registrando queda de 91%, se comparado a 2018. Com isso, 3.598.900 folhas deixaram de ser consumidas à época. A economia ficou em R$12.264, no momento, uma queda de 82% em relação ao ano anterior.

Verificando-se o período da troca do dispenser, realizada em 2017 até 2019 a economia chega a 4.790.900 folhas que deixaram de ser consumidas e R$18.410,00.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI/DF)

CNC / RJ

folhas x ano

2017 - 2.726.400

R$ x ano

2017 - R$ 60.341
2018 - 2.568.000
2018 - R$ 58.512
2019 - 2.824.000
2019 - R$ 65.625

Em setembro de 2019, a CNC/RJ iniciou a substituição do uso dos papéis interfolhados para o papel rolo em bobina. Para que não houvesse desperdício, a troca foi gradualmente até que o estoque fosse finalizado. O consumo de folhas registrou aumento de 10%, em relação ao ano anterior.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI/RJ)

CNC / Total

folhas x ano

2017 - 7.870.400

R$ x ano

2017 - R$ 81.440
2018 - 6.520.000
2018 - R$ 73.465
2019 - 3.177.100
2019 - R$ 68.313

Em 2019, o consumo total de papel-toalha em folhas registrou queda de 51%. A economia total representada financeiramente foi de R$19.245. Apesar do Rio de Janeiro ter registrado aumento no consumo em 2019, a economia de Brasília puxou o resultado total para baixo.

Fonte: Gerência de Serviços e Infraestrutura (GSI)

Resíduos não recicláveis e recicláveis + geração de renda

Veja os números abaixo:

Resíduos não recicláveis – DF

Resíduos recicláveis – DF

Resíduos não recicláveis – RJ

Resíduos recicláveis – RJ

Resíduos de Saúde (Kg)

Descarte ambientalmente correto

  • Cartuchos (unid.)
  • Pilhas (kg)
  • Baterias (unid.)
  • Lâmpadas (unid.)

Investimentos em Desenvolvimento Educacional dos Empregados

Proporção de Homens e Mulheres no Quadro Funcional

Resultado financeiro atrelado a princípios da sustentabilidade:

Investimentos do Ecos – Programa de Sustentabilidade

R$ 58.240* Atendimento as Federações dos estados de Alagoas, Maranhão, Roraima, Rio de Janeiro, Amazonas, Paraíba e Acre

R$ 4.533*
Aquisição de materiais

R$ 7.289*
Contratação de serviços

R$ 34.827*
Realização de eventos

Total do investimento

*R$104.889,86
R$ 0 *

Descritivo financeiro gerado com a economia de recursos:

R$318.833
Consumo de energia

R$ 27.815
Consumo de água

R$ 6.083
Consumo de copos descartáveis

R$ 3.378
Consumo de papel A4

R$ 5.515 Consumo de papel toalha

Total da economia gerada

*Exceto consumo de água
R$ 0 *

Economia gerada com a digitalização:

R$ 142.584
Digitalização do Sumário Econômico
e Informe Sindical

R$ 3.944
Digitalização do Jornal
Mural Fique Ligado

Total da economia gerada

*Estimativa do custo de produção
R$ 0 *

Relatórios anteriores e Case Integrado do Ecos

Scroll to Top